O prodígio e o pródigo.

Roberto Carneiro / Textos Motivacionais /

filho pródigoAlguns  tem  dificuldades ou até mesmo  não sabem distinguir a diferença entre uma pessoa prodígia e uma pessoa  pródiga.

Segundo os dicionários, o prodígio é aquele que causa admiração, espanto pelos atos diferenciados. São pessoas que estão bem â frente do tempo. São extremamente hábeis no que se propõem em executar, já  desde a infância.  Há casos que impactam pelos resultados assombrosos. Existem pouquíssimas pessoas no mundo que possuem  este talento sensacional, e que na maioria dos casos, trouxeram benefícios das mais diversas natureza para a  humanidade. Ai de nós, se não fossem os prodígios! As ciências e tecnologias  avançadas,  as artes e tudo o mais, jamais seriam disponibilizadas para nós, se não fossem  esse pequeno grupo de super-dotados.

Já o pródigo…coitadinho!

O pródigo é  aquele que dilapida seus bens de forma compulsiva. É a pessoa que gasta imoderadamente seu dinheiro e seus bens, comprometendo o seu patrimônio. Por esse motivo, os pródigos são considerados relativamente incapazes e, portanto, podem ser interditados judicialmente. De acordo com o artigo 1.782, do Código Civil, “a interdição do pródigo só o privará de, sem curador, emprestar, transigir, dar quitação, alienar, hipotecar, demandar ou ser demandado, e praticar, em geral, os atos que não sejam de mera administração”. (www.direitonet.com.br)

A Bíblia nós dá um exemplo de um homem com esta triste marca!

Em  Lucas 15: 11-32, que fala de um filho que “prodigiosamente” desejou “aplicar” a herança que tinha direito, naquilo que achava ser promissor. Repare só : todo o compulsivo acha-se um “gênio” !  Seus argumentos geralmente são bastante convincentes (somente para eles, é claro).  Todos possuim  dentro de si, uma  “maquina de desperdício possante”, que em prazo record, corrói dinheiro, patrimônio e é óbvio a honra também;

Todo pródigo, todo compulsivo precisa de tratamento psicológico ou psiquiátrico. Se não o  desejarem fazer este tratamento, terão que declarar guerra compulsória  a qualquer tipo de consumismo. Trata-se de  uma enfermidade espiritual! Ninguém consegue exito em sua atividade profissional, se não tiver o controle racional de suas finanças.

Ganhar dinheiro é relativamente fácil! o complicado é administrar a manutenção e crescimento do que é ganho através de lutas e sacrifícios.

Na parábola do filho pródigo, Este compulsivo, teve a felicidade de ser perdoado por um pai, mas sobre isso, tenho algumas observações a fazer:

Primeiro, trata-se de uma Parábola em que Jesus, exemplifica a extensão da capacidade do amor e do perdão de Deus pela humanidade, apesar dela ser irresponsável e pecadora. Nesta ilustração, o objetivo é ensinar que o Criador, sempre está disponível a receber  qualquer um, que se arrependa e deseje através de atitudes sinceras, ter  volta os benefícios fornecidos por este Deus excessivamente bondoso.

Segundo :  não espere  de ninguém tamanha piedade ou compadecimento ! Na parábola inclusive, houve a revolta do irmão mais velho, que não se conformou com a situação e protestou veementemente.

Terceiro : Em nenhum momento, o texto de Lucas diz ter o Pai reposto a herança desperdiçada para o filho pródigo. O texto relata que foi feita uma grande festa, somente pela sua volta, por que acreditava-se que estava morto, e no entanto voltou para casa vivo. O texto diz ainda no vers. 31 : Meu filho ( o mais velho ), você está sempre comigo, e tudo o que tenho é seu.

Quarto : Deus é Justo ! De maneira alguma, iria dali por diante esquecer do que “aprontara” o gastador inconsequente. Não está explicito no texto, mas é claro que o “farrista”, passaria por um tratamento, que viesse a corrigir esta característica tão danosa na maioria das pessoas.

A esta altura da nossa idade, talvez ainda não haja tempo ( disse talvez) para possuirmos o talento de ser uma pessoa prodígia. Mas uma coisa é certo: podemos perfeitamente lutar, se esforçar e estar vigilantes em não sermos pródigos.

No mundo corporativo, não há espaço para pessoas que não sabem exercer o senhorio sobre seus desejos de consumo. Guarde bem esta frase : O prodigio é aquele que domina antecipadamente habilidades. Já o pródigo  é dominado  pelas inabilidades.

Deus te fez nascer, afim de que você seja mais que vitorioso. Sendo assim :

                                                                                   Seja Feliz! Você Merece!


Google+ Facebook Twitter

Sobre Roberto Carneiro

Roberto Carneiro, é Palestrante, Industrial no segmento de Cereais, Chás, temperos e especiarias. Casado com Thais Carneiro, pai de três filhas, avô de quatro netos. Possui larga experiência em ministrações para casais e temas familiares. Atua também com bastante desenvoltura na área motivacional direcionada a empresários e profissionais liberais.

Traduções

Portuguese flagItalian flagEnglish flagGerman flagFrench flagSpanish flagGreek flagDanish flagHebrew flag

Procurando por algo?

Últimas Postagens

Curta-nos no Facebook

Receba nossas novidades